segunda-feira, 29 de dezembro de 2014

"Quem tudo compreende tudo ama - Huberto Rohden

Art by Christian Schloe
Quem tudo compreende tudo ama.

Quem tudo ama tudo pode.

Compreender, amar e poder – essas três coisas são na realidade uma só.

Enquanto o homem ignora qualquer coisa não ama ainda integralmente, porque o seu amor está limitado àqueles seres que se acham dentro do luminoso círculo da sua compreensão, ao passo que os outros seres que ficam fora dessa zona de compreensão não são nem podem ser objetos do seu amor.

Amor universal supõe compreensão universal.

E uma vez que o homem tudo compreende e tudo ama – que limite poderia haver ainda para o seu poder?

Se sem limites é o seu compreender e o seu amor, sem limites tem de ser, necessariamente, o seu poder.

Huberto Rohden in "Assim Dizia o Mestre"

#casadeeuterpe   #hubertorohden   #amor